Venda de veículos novos cai em setembro, mas seminovos e usados se mantêm

17 de Outubro de 2016 às 08:00
comprar-carros-usados
COMPARTILHAR
Venda de veículos novos cai 20% em setembro de 2016, segundo Fenabrave

Segundo a FENABRAVE (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), as vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil recuaram 20% em setembro, quando comparado com o mesmo mês de 2015.

No mês de setembro de 2016, foram emplacadas 159,9 mil unidades novas no país, enquanto no mesmo mês de 2015 foram emplacadas 200 mil unidades. Com relação a agosto de 2016, que registrou 183,9 mil unidades, houve uma queda de 13% no mercado, levando ainda em consideração 2 dias úteis a menos no mês de setembro.

Já no acumulado do ano, o mercado brasileiro encolheu 22,7% (de 1,95 milhão para 1,5 milhão), quando comparado com os mesmos 9 primeiros meses do ano de 2015.

Para a Fenabrave, o desempenho negativo das vendas foi influenciado também pelo ritmo menor de produção no Brasil, em todos os setores. Montadoras como a VW, por exemplo, chegaram a paralisar a produção por até 1 mês, enquanto outras realizaram ajustes na sua produção para reduzir o estoque de veículos.

Mercado de seminovos e usados mantêm números próximos ao de 2015

Em contrapartida, o mercado de veículos seminovos e usados não sofreu uma queda tão acentuada, e acaba aproveitando o desaquecimento do mercado de veículos novos para aumentar seus números (ou pelo menos, tentar manter-se próximo aos do ano de 2015).

Em setembro de 2016, foram vendidas 883,4 mil unidades seminovas/usadas, enquanto no mesmo mês de 2015 os números foram de 901,6 mil unidades, o que representa uma queda de somente 2% (muito abaixo da queda visualizada nos veículos novos). Esses mesmos 2% são encontrados de queda no acumulado de janeiro a setembro, com relação ao mesmo período de 2015.

Mercado de motos tem um panorama parecidos com o de veículos

Em 2016, o mercado de motos novas vem apresentando sequenciais quedas de vendas, apresentando uma redução de 29% em setembro de 2016 relacionado ao mesmo mês de 2015 (98,1 mil unidades em 2015 para 69,6 mil unidades em 2016). No acumulado geral do período, houve uma queda de 18% em relação a 2015.

Nas motos seminovas e usadas, a queda foi bem menos acentuada, assim como no mercado de veículos. Em setembro de 2016 foram vendidas 238,4 mil unidades, enquanto no mesmo mês de 2015 foram vendidas 254,6 mil unidades, representando uma queda de 6,3%. Já no acumulado de 2015 para 2016, houve uma queda de apenas 2,3% (2,12 milhões de unidades para 2,07 milhões de unidades).

Fonte: FENABRAVE / g1.globo.com/autoesporte
COMPARTILHAR