Dicas para reduzir seus gastos com combustível

02 de Novembro de 2016 às 08:00
Post_Como-economizar-o-consumo-de-combustível-da-minha-frota
COMPARTILHAR

Segundo pesquisa realizada pela empresa de consultoria automotiva Jato Dynamics, encomendada pela Exame, os gastos médios dos brasileiros com combustível giram entre R$ 2.890,00 e R$ 7.390,00 anualmente.

Se esse valor parece alto, por outro lado é possível obter uma economia de até 35% nos gastos com combustível somente mantendo boas práticas de direção e manutenção correta do veículo (claro que esse valor pode variar de acordo com tamanho do veículo e motorização).

Utilizando como exemplo o Volvo XC90 (nota D em consumo pelo Inmetro), em uma redução de 35% no consumo se teria uma economia de R$ 2.585,00 por ano.

Como já dito, esse valor pode variar de automóvel para automóvel, mas para quem acredita que cada Real economizado já é lucro, temos aqui algumas dicas que podem lhe ajudar nessa difícil tarefa:

  1. Comprar um carro econômico pode ser um primeiro passo. Isso não significa que terá de deixar o luxo de um carro maior de lado, mas existem hoje muitas opções com downsizing de motor que podem fazer com que o carro tenha grande porte, potência de um motor maior, com consumo menor. Grande exemplo disso são os motores 1.4, 1.5 e 1.6 turbo, que em sua grande maioria, apresentam uma eficiência maior de potência em relação à motores 2.0 (ou até maiores), com um consumo muito mais atrativo. Acompanhe o ranking anual do Inmetro e faça esse comparativo.
  2. Use o ar-condicionado com menos frequência. Seu uso pode aumentar o consumo de combustível em até 20% dentro da cidade. Usar filme de proteção solar nos vidros e estacionar o carro em locais de sombra (sempre que possível) ajudam a manter o carro mais fresco e diminuir o uso do ar-condicionado. Desligar o ar-condicionado um pouco antes de chegar ao seu destino, também ajuda a economizar.
  3. Reduza o peso do seu veículo. Evite transportar peso desnecessário dentro do porta-malas, ou bagageiros de teto e suportes de bicicleta, sempre que não estiver os utilizando. Manter o carro limpo, por menor que seja a diferença, também ajuda a reduzir peso. Segundo testes, 40kg a menos de peso pode resultar em até 2% a menos de consumo.
  4. Deixe o seu veículo o mais aerodinâmico possível. Retirar os bagageiros de teto, manter o carro limpo, fechar janelas e teto-solar em velocidades maiores, são fatores que influenciam no consumo do veículo. Inclusive, em velocidade maiores, é mais econômico ligar o ar-condicionado do que manter as janelas abertas. Até 60km/h mantê-las abertas não influencia no consumo, mas acima disso, prefira andar com o ar-condicionado ligado.
  5. Dirija mais devagar. Quanto maior sua velocidade, maior será a resistência do ar, mais aceleração irá ser utilizada, e automaticamente, maior será seu consumo. Dependendo do veículo, rodar a 140 km/h aumenta o consumo em 25% em relação à velocidade de 110 km/h.
  6. Desligue o motor do carro quando estiver parado por longos períodos. Quando estiver esperando alguém, ou parado em trânsito que não esteja se movimentando por longos períodos, dê preferência em desligar o motor do veículo (desde que a situação seja segura). Dependendo do motor, o gasto de combustível pode ser de 1 a 2 litros por hora do carro parado com motor ligado. Isso no final das contas, irá representar alguns km a mais de rodagem em um tanque.
  7. Troque de marchas no tempo certo e dirija com suavidade. Procure saber qual a faixa de rotação do torque máximo do motor do seu carro, essa informação geralmente está no manual do proprietário. Essa rotação será a rotação máxima ideal para troca de marchas. Evite esticar demais as marchas, abusando do giro do motor, esse é um grande vilão do alto consumo. Acelerar com suavidade, sem grandes movimentos do pé, também ajuda a economizar combustível. Em descidas, nunca utilize o ponto-morto. Faça valer o freio motor, e junto com isso o cutoff do sistema de injeção eletrônica (corte de combustível quando o mesmo não é necessário para se manter a rotação do motor constante). Descendo em ponto-morto, o motor sempre estará consumindo. Para quem possui carro automático, evite o kick-down, que é a redução de marcha devido a pisar bruscamente no acelerador (assim o sistema entende que se necessita de mais potência e reduz marcha para lhe proporcionar).
  8. Procure trajetos com trânsito mais fluído. Semáforos e congestionamentos são grandes vilões no aumento do consumo. Trajetos que possuam muita subida também atrapalham as médias de consumo dos veículos. Quanto mais uniforme a velocidade, sem variações, melhor será o consumo.
  9. Calibre os pneus e mantenha o alinhamento da direção em dia. Isso ajuda a reduzir atrito e, além de diminuir o desgaste dos pneus, reduz o consumo de combustível.
  10. Mantenha a manutenção em dia. Troca de óleo (sempre por óleo de boa qualidade, pois reduz atrito), filtros de ar e combustível, velas, tudo isso ajuda a reduzir o consumo do motor. Faça as revisões conforme o manual indica, pois além do consumo, irá manter a vida útil do seu motor.
  11. Use sempre o combustível indicado no manual. Usar gasolinas premium em carros com motores de baixo rendimento, só irá lhe fazer aumentar os gastos no posto de gasolina. O mesmo se diz de carros que utilizam a lógica inversa e necessitam de combustível premium, pois quando abastecidos com gasolina comum, seu consumo pode ser alterado para pior.
  12. Abasteça nos postos de combustíveis certos. Evite postos com preços muito baixos, postos malcuidados, ou sem bandeira. Combustível de baixa qualidade pode danificar seu carro e aumentar demasiadamente o consumo dele. Geralmente postos frequentados por muitos taxistas e frotistas pode ser indicativo de combustível barato e de boa qualidade. Fique de olho e troque informações com outros motoristas.
  13. Desligue os dispositivos elétricos do carro quando não utilizados. Trafegar com faróis auxiliares quando não necessitar, assim como limpadores de para-brisas, ventilação interna, etc., só fazem o motor consumir ainda mais. Dependendo do aumento do consumo de corrente elétrica, o consumo pode se elevar em até 25%.
  14. Troque o carro por bicicleta ou caminhar quando as distâncias forem curtas. Uso do carro sem necessidade também é grande vilão nas contas do mês. Dependendo do trajeto e destino, vale mais a pena rachar um taxi com outras pessoas do que se deslocar com seu carro.

Com essas dicas, tenha certeza que uma boa economia pode ser alcançada no final do mês, e esse dinheiro poderá ser de grande serventia em outras finalidades.

 

Fonte: Exame

Foto: BusVision
COMPARTILHAR