Troller lança série especial T4 Bold

14 de Novembro de 2016 às 08:00
troller-bold-12
COMPARTILHAR

A Troller lançou uma série especial de 180 unidades do seu jipe T4, garantindo assim ainda mais exclusividade para os já apaixonados fãs da marca brasileira.

O T4 Bold chega como uma alternativa com pacote mais recheado de acessórios que a versão XLT de entrada, junto a um preço atrativo.

Conforme dito pelo Gerente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da marca, o Bold irá atrair os consumidores justamente por esse valor agregado. Enquanto a versão de entrada XLT parte de R$ 124.890, a Bold já vem com snorkel (item par o filtro de ar que quase todos compradores exigem ao sair da concessionária), central multimídia (Kenwood Excelon com tela touch de 6,9”, conectividade USB, bluetooth, e Ipod, além de navegador GPS Garmin) e pintura especial a mais. Se esses opcionais fossem acrescentados ao T4 XLT, seu preço chegaria próximo aos R$ 133.000, enquanto o Bold já com esses itens sai por R$ 129.990. Uma boa economia para quem está de olho no jipinho, e quer um modelo exclusivo que terá apenas mais 179 unidades além da sua.

Quanto às cores, o Bold será oferecido somente no Amarelo Dakar, Vermelho Arizona e Branco Diamante II, sendo que elas contrastam com o Cinza Londres do novo grafismo, que cruza de ponta a ponta na parte superior do jipe, além dos apliques plásticos que destacam por todo veículo. Outro destaque fica para as rodas pintadas na cor preta, montadas em pneus Scorpion ATR 255/65 R17.

Outras modificações externas são visíveis, como um protetor frontal, estribos laterais, bagageiro de teto com travessas reguláveis, aerofólio com brake-light integrado, lanternas com iluminação de LED e base para a fixação de guincho.

Mas se por um lado o Jipe demonstra certo ar de exclusividade, por outro ainda não agrada todos os compradores, trazendo as mesmas velhas reclamações. Uma delas se dá por conta da questão “segurança”, pois o T4 continua sem oferecer air-bags (nem mesmo frontais). E isso se apoia na legislação, pois ela permite que veículos “fora de estrada” não ofereçam esse item obrigatoriamente, como já é feito pelos carros de passeio e utilitários. Isso acaba pesando muito para quem pretende comprar o carro para um uso mais familiar e misto, dentro da cidade e passeando nos finais de semana para lugares mais “inacessíveis e divertidos”.

Outro ponto de reclamação vem justamente de quem tem um uso pouco mais familiar, pois o sistema de rebatimento dos bancos dianteiros (que dão acesso ao banco traseiro) continuam mal localizados, e exigem certo esforço e preparo físico para efetuar o rebatimento.

Quanto à motorização, é a mesma da versão XLT, o já conhecido motor Ford Duratorq 3.2 Turbodiesel de 5 cilindros e 200cv (47,93 kgfm de torque) dá conta do recado, junto ao sistema de tração 4×4. Falando na transmissão, a mesma é de 6 marchas manual, contando com sistema de troca entre 4×2 e 4×4 High em velocidades de até 120 km/h, além do sistema de 4×4 Low específico para terrenos que exijam maior tração.

A previsão de vendas é de que em 3 meses se esgotem as unidades, sendo que até final da primeira quinzena de novembro, todas concessionárias devem estar abastecidas com o modelo em suas vitrines.

Conheça mais do modelo através do hotsite www.troller.com.br/bold.

troller-bold-14

troller-bold--7

Fonte: revistaautoesporte.globo.com

Fotos: Ford/Divulgação
COMPARTILHAR