Primeiro trimestre fecha com lucro recorde para a Ferrari

15 de Maio de 2017 às 08:00
destaque
COMPARTILHAR

O primeiro trimestre de 2017 é de comemoração para a marca italiana Ferrari. O fechamento desse período foi de recorde no faturamento líquido, com um crescimento de 60% em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro ao final de março a fabricante de veículos superesportivos de luxo faturou cerca de R$ 426 milhões (€ 124 milhões).

O resultado positivo alcançado foi, em grande parte, impulsionado pelo crescimento de cerca de 50% nas vendas dos modelos equipados com os motores V12 da marca (como GTC4Lusso, LaFerrari Aperta e F12TDF), enquanto os modelos menos potentes (com propulsores V8) caíram 3% nas vendas.

A grande procura pelos modelos V12 pode indicar 2 tendências do mercado: ou os compradores estão garantindo os últimos exemplares com estes motores (que futuramente poderão se tornar colecionáveis) ou eles não estão interessados nos menos potentes.

Em 2015 a Ferrari se separou da Fiat, e os planos do CEO Sergio Marchionne envolveram uma ampliação na produção anual de veículos (que antes era limitada a 7 mil unidades), assim como a diversificação da gama de modelos (contando com híbridos e motores menores, incluindo um V6 turbo). Nos 3 primeiros meses do ano, a Ferrari conseguiu entregar 2.003 carros, o que aponta para que haja o cumprimento da meta de 8,4 mil unidades prevista para esse ano. Já em 2019 o objetivo da marca é atingir as 9 mil unidades.

laferrari_aperta_2

Fonte: g1.globo.com/autoesporte

Fotos: Ferrari/divulgação
COMPARTILHAR