Citröen C3 e Aircross ganham câmbio automático de 6 marchas

14 de Junho de 2017 às 08:00
destaque
COMPARTILHAR

Os Citröen C3 e Aircross, enfim, aposentaram o antigo câmbio 4 marchas para passarem a oferecer o câmbio 6 marchas fabricado pela japonesa Aisin (o mesmo já utilizado pelos C4 Lounge e C4 Picasso).

Na linha 2018, os modelos passam a oferecer a nova caixa de mudança que, segundo a fabricante, transforma a 5ª e 6ª marcha em overdrive, privilegiando dessa forma a economia principalmente em estrada. Além de mais moderna e com duas marchas a mais, a caixa oferecida na linha 2018 dos modelos possui os modos Drive (proporciona 7% mais economia que a antiga caixa 4 marchas), Eco (5% a mais de economia que a opção Drive) e Sport (realiza as trocas de marcha em rotações mais elevadas), tudo isso para se adaptar melhor aos modos de condução do motorista. Apesar de possuir a opção de trocas de forma manual, isso somente é possível pela própria alavanca de câmbio (nada de aletas atrás do volante).

Junto ao câmbio, os modelos oferecem o mesmo motor das versões automáticas anteriores, o 1.6 flex, mas agora recalibrado e com 4cv a menos (118cv no etanol) e gerando 16,1 kgfm de torque.

Também como novidades, todas as versões passam a oferecer central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas (com MirrorLink e CarPlay), e uma nova opção de cor em tom marrom metálico.

Veja abaixo como ficaram as versões disponibilizadas com câmbio automático nos dois modelos, e seus preços de venda:

C3

Attraction: R$ 58.540 (nova versão)

Tendence: R$ 61.940 (antes oferecida por R$ 60.090)

Exclusive: R$ 65.490 (antes oferecida por 64.490)

Aircross

Live: R$ 67.990 (antes oferecida por R$ 66.255)

Shine: R$ 76.400 (antes oferecida por R$ 75.695)

Os modelos já estão disponíveis nas concessionárias, mas as últimas unidades do modelo 2017 com o câmbio antigo ainda continuam a venda (até em promoção em algumas concessionárias).

citroen-c3-aircross-1 citroen-c3-aircross-2

Fonte: g1.globo.com/autoesporte / WM1

Fotos: Citröen/divulgação
COMPARTILHAR