Indicadores de Sucesso para uma operação de Veículos Seminovos lucrativa

03 de Outubro de 2017 às 08:00
destaque
COMPARTILHAR

O principal canal de captação de veículos seminovos e usados no Brasil é o trade-in (troca de veículo usado por outro usado ou por veículo novo). Atualmente, 65% do volume total de seminovos comercializado no País é primeiramente ofertado às concessionárias. A maior aquisição de carros dados na troca aumenta a venda de carros novos e aumenta a compra de seminovos e usados, alimentando um círculo virtuoso para as operações.

Devido nova onda do Mercado, venda de veículos seminovos a todo vapor e em crescente, todos concessionários e lojistas precisam estar preparados para melhores resultados, compartilho alguns fatores para uma operação de veículos seminovos lucrativa.

Indicadores de Sucesso para uma operação de Veículos Seminovos lucrativa:

– Buscar uma captação entre de 40% a 50% no trade in (troca de seminovo por novo ou seminovo por seminovo); E do número total de avalições um percentual de captação médio de 25%, através de controles de conversão, por loja, vendedor e avaliador;

– Captar Usados nos pontos comerciais, focar a compra no perfil de procura dos pontos comerciais através de estratificação de modelos mais vendidos;

– Possuir venda de repasse LUCRATIVA, um novo departamento da empresa centralizando em sites especializado em vendas;

– Exigir margem de contribuição de 10% no varejo e mínimo 6% no repasse;

– Controlar e manter os gastos por veículo em até R$500,00 como revisão padrão, através de controles específicos e padrão para todos os carros, implantar controle de sucatas;

– Controlar a garantia com máximo 0,8%;

– Classificar os veículos por perfil de qualidade, implantando processo de classificação ABC com parâmetros específicos para cada empresa, perfil, marca, região;

– Remunerar as equipes por resultado, volume e giro, gerando comprometimento com campanhas mensais e de incentivo;

– Garantia é um fator que contribui na venda; hoje existe várias empresa com planos de garantia estendida, onde agregam valor e segurança na negociação;

– A precificação é fator fundamental e a base é Preço de mercado (FIPE, outros, …), Afinados através de informações de Sites de vendas de varejo e atacado, juntamente com a base interna de dados (preços de venda, compra e gastos);

– Trabalhar o F&I, Retorno, Despachante, Seguros, Acessórios, Serviços 24h;

– Controles da operação de forma rígida e diária, feitos pelo Proprietário (Estoque físico, Giro, Estoque antigo, Repasse, Gastos.)

Visite: www.passecarros.com.br.

Fonte: Folha Geral

Fotos: Divulgação
COMPARTILHAR