Montadoras anunciam investimentos na casa dos R$ 16 bilhões no Brasil

26 de Outubro de 2017 às 08:00
destaque
COMPARTILHAR

Retomada nas vendas do mercado interno, bem como o grande salto nas exportações, fazem as montadoras voltarem a apostar no futuro do Brasil prometendo investimentos altos para suas linhas de produção.

No total, 8 fabricantes de veículos instaladas no país já anunciaram investimentos bilionários em suas linhas até o ano de 2021, que somados, chegam aos R$ 16,35 bilhões.

Depois de 4 anos de constantes quedas na produção (entre 2013 e 2016), as vendas no Brasil voltaram a crescer. Somente de janeiro a setembro deste ano, os emplacamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos já subiram 7,4%, na comparação com o mesmo período de 201.

Segundo a expectativa, nosso mercado deverá manter um ritmo de crescimento de 8% a 10% ao ano até 2020, quando o total chegará 2,8 milhões de unidades (resultado próximo ao registrado em 2008 e bem distante do recorde de 3,8 milhões de 2012).

Mas o verdadeiro motor dessa recuperação é a exportação de veículos, que saltou 55% neste ano e tem uma representação de 28% da produção nacional atual (com recorde de 566 mil unidades até o mês passado).

Somando as vendas internas e externas, essa recuperação fez com que metade dos 12 mil funcionários que estavam com restrições de jornada de trabalho voltassem aos seus postos, fora algumas contratações que já ocorreram em umas poucas montadoras.

Veja para onde serão destinados esses investimentos:

grafico

  • *General Motors – R$ 4,5 bilhões – R$ 3,1 bilhões serão destinados para as fábricas de São Caetano do Sul (SP) e motores em Joinville (SC), além de R$ 1,4 bilhão na unidade de Gravataí (RS), que vai produzir um novo veículo. O valor faz parte de um investimento total de R$ 13 bilhões entre 2014 e 2020;
  • *Volkswagen – R$ 2,6 bilhões – Haverá modernização da 1ª fábrica da VW no Brasil (no ABC paulista), para produção de novos modelos, entre eles o Polo. Esse valor faz parte de um total de R$ 7 bilhões prometidos até 2020;
  • *Scania – R$ 2,6 bilhões – Destinados ao desenvolvimento de novos produtos, além de atualização da fábrica em São Bernardo do Campo (SP) até 2020;
  • *Mercedes-Benz Caminhões – R$ 2,4 bilhões – Irá modernizar as unidades de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG) nos próximos cinco anos;
  • *VW Caminhões e Ônibus (MAN) – R$ 1,5 bilhão – Prometida uma renovação de seus produtos, além da atualização da fábrica em Resende (RJ) entre 2017 e 2021;
  • *Toyota – R$ 1 bilhão – Haverá atualização da unidade de Sorocaba (SP) para produzir o novo compacto nacional Yaris;
  • *Volvo – R$ 1 bilhão – Destinados aos produtos e serviços da divisão de caminhões e ônibus da marca sueca;
  • *Renault – R$ 750 milhões – R$ 350 milhões serão investidos em uma nova fábrica para produção de blocos e cabeçotes de motores 1.6, e R$ 400 milhões para a ampliação do complexo já existente em São José dos Pinhais (PR).
Fonte: g1.globo.com/autoesporte

Fotos: Nacho Doce/Reuters
COMPARTILHAR