Ford Fiesta chega à versão 2018 com tapa no visual

05 de Dezembro de 2017 às 08:00
destaque
COMPARTILHAR

A versão 2018 do Fiesta estará nas concessionárias do país agora em dezembro, exibindo seu novo visual na dianteira, sutis mudanças na traseira, mas sem alterações nenhuma no conjunto mecânico. Ou seja, não será dessa vez que o modelo aposentará o motor Sigma 1.6 pelo mais moderno 1.5 de três cilindros que estreou no EcoSport. O modelo chega com um total de oito versões e preços entre R$ 56.690 e R$ 75.190.

Visualmente, ele recebeu uma nova grade frontal, além de para-choques e lanternas traseiras redesenhadas. Os faróis possuem luzes diurnas de LED e as lanternas são parcialmente de LED nas versões mais caras. Há também novas rodas, que dependendo da versão podem ser de aço com 15 polegadas e calotas, de liga leve com 15 polegadas (SEL) ou ainda de liga leve com 16 polegadas (Style e Titanium).

O acabamento interno também sofreu algumas alterações, além da inclusão de novos equipamentos (como câmera de ré na versão Titanium e a central multimídia Sync 3 oferecida desde a configuração SE Plus).

Mecanicamente, apenas um novo ajuste da suspensão (que apesar de continuar a mesma, tem novas calibrações nos amortecedores para deixar o modelo mais firme em curvas) e a adição de reforços estruturais na carroceria para aumentar a proteção contra impactos laterais.

O motor continua sendo o Sigma 1.6 flex de 128/125 cv (etanol/gasolina). Apesar do motor render uma boa potência, e ter bloco, cabeçote e cárter de alumínio, duplo comando de válvulas variável e sistema de partida a frio sem tanquinho, ele já está em fim de vida. O motor mais moderno e econômico, 1.5 de três cilindros que já está no novo EcoSport, ainda não irá estrear no modelo hatch da marca.

O Sigma 1.6 flex pode atuar em conjunto com o câmbio manual de cinco marchas ou o automatizado Powershift de seis velocidades, já conhecidos do público brasileiro. Isso mesmo, a transmissão também não mudou seguindo o que houve no SUV.

Ainda segue no catálogo a versão EcoBoost do Fiesta, equipada com o motor 1.0 de três cilindros turbo com injeção direta de combustível e duplo comando variável de válvulas. Esse propulsor, movido apenas a gasolina, rende 125 cv e torque máximo de 17,3 kgfm entre 1.400 rpm e 4.500 rpm, acompanhado sempre do câmbio Powershift. Contudo, essa motorização passará a ser oferecida somente em uma versão: a Style EcoBoost. Saem as antigas SEL EcoBoost e Titanium Plus EcoBoost.

Aliás, também deixará o catálogo do modelo a versão SEL Style 1.6. O pacote estético Style cobra R$ 2.900 e está disponível também na opção de entrada SE, acrescentando rodas pretas e detalhes com acabamento em preto na grade dianteira, nos retrovisores e moldura do farol de neblina.

Veja abaixo como ficaram as opções do modelo na sua linha 2018:

*SE 1.6 (R$ 56.690, era R$ 53.660): direção elétrica, ar-condicionado, travas, retrovisores e vidros dianteiros elétricos, central multimídia Sync 1 com AppLink e Assistência de Emergência, sensor de estacionamento traseiro, farol de neblina, freios ABS, alarme e computador de bordo;

*SE Style 1.6 (R$ 59.590, era R$ 56.590): acrescenta rodas de liga leve de 16 polegadas e grade dianteira, retrovisores e moldura do farol de neblina com acabamento em preto;

*SE Plus 1.6 AT (R$ 62.390, era R$ 58.490 na SE Plus Direct): acrescenta central multimídia Sync 3 com tela de 6,5 polegadas e conexão via Apple CarPlay e Android Auto, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, vidros elétricos traseiros e fechamento global;

*SEL 1.6 (R$ 61.090 manual e R$ 65.390 automática, era R$ 58.590 e R$ 63.190): acrescenta ar-condicionado digital e rodas de liga leve de 15 polegadas;

*SEL Style EcoBoost AT (R$ 69.790, era R$ 66.090): acrescenta o pacote de aparência Style e o motor turbo;

*Titanium 1.6 AT (R$ 71.190, era R$ 68.990): acrescenta rodas de liga leve de 16 polegadas, GPS, câmera de ré, banco parcialmente revestido de couro, faróis com luzes diurnas de LED e lanterna parcial de LED;

*Titanium Plus 1.6 AT (R$ 75.190, era R$ 73.090): acrescenta bancos revestidos de couro, sete airbags, botão de partida, acesso sem chave, acendimento automáticos dos faróis, sensor de chuva e espelho retrovisor eletrocrômico.

Segundo a Ford, as vendas do Fiesta devem continuar satisfatórias, pois para ela esse segmento de compactos premium ainda é um dos pilares no mercado de carros do Brasil. E para ajudar na escolha entre tantos concorrentes, a Ford destaca o custo de manutenção, com as três primeiras revisões saindo por R$ 1.568 nas opções 1.6 e por R$ 1.620 na versão EcoBoost.

image New Fiesta 1.6 SEL_Interior New-Fiesta-EcoBoost-Style_Exterior-10

Fonte: iCarros

Fotos: Ford/Divulgação
COMPARTILHAR